Tecnologias disruptivas: o que são, como funcionam e qual a importância?

Você sabe o que são as tecnologias disruptivas? Elas têm tudo a ver com as diversas transformações no segmento tecnológico, vividas nos últimos anos. Aliás, novas ferramentas estão cada vez mais presentes nas rotinas das empresas e das famílias. Diante da velocidade das mudanças, é muito importante ficar por dentro das novas tendências e, além disso, manter-se atualizado.

Está interessado em saber mais sobre esse assunto? Neste post, explicaremos detalhadamente o que são as tecnologias disruptivas, de que forma elas podem impactar a rotina de uma organização, quais são as ferramentas com esse perfil e a importância de ficar de olho nas novidades desse segmento. Confira!

O que são as tecnologias disruptivas?

Antes de explicar o que são as ferramentas disruptivas, é preciso compreender o significado do termo disrupção. Essa palavra faz referência ao ato de quebrar ou descontinuar um determinado procedimento que já estava consolidado, ou estabelecido.

Quando aplicada ao contexto organizacional e tecnológico, a disrupção é tratada como um modelo de negócio que propõe algo diferenciado e inovador no mercado, ou seja, há uma quebra com padrões até então vigentes.

As tecnologias disruptivas fazem referência, portanto, às ferramentas que surgem no mercado e proporcionam o nascimento de novos serviços ou produtos inovadores. Elas causam várias transformações e rompem com padrões até então em vigor.

Por outro lado, é muito importante destacar que uma ferramenta disruptiva não pode ser vista como reacionária, pois ela não tem a intenção de acabar com algo já existente, mas sim introduzir uma novidade no mercado.

Como elas impactam a rotina das empresas?

As tecnologias disruptivas influenciam diretamente na rotina das organizações. Elas contribuem para as empresas buscarem formas de se adaptarem às transformações proporcionadas pelas novas ferramentas e também implementarem as tecnologias no negócio.

Além disso, é muito importante destacar que essas ferramentas ajudam a otimizar a produtividade, encontrar gargalos nos procedimentos, aprimorar as tarefas cotidianas e na entrega de um melhor produto ou serviço ao cliente, ou seja, tendem a fornecer uma experiência diferenciada ao consumidor.

Diante de todas essas questões, podemos dizer que as novas tecnologias são um dos fatores que auxiliam as empresas a aumentarem o número de vendas, conquistar novos clientes e, consequentemente, elevar as receitas e os lucros. Então, que tal conhecê-las e aplicá-las em seu negócio?

Quais são as tecnologias com perfil disruptivo?

Existem diversas ferramentas que apresentam perfil disruptivo. Elas têm características distintas, por isso, é muito importante conhecê-las. A lista inclui, por exemplo, a Inteligência Artificial, a Internet das Coisas, o Machine Learning e o Blockchain. Explicaremos sobre cada uma detalhadamente na sequência do artigo. Continue lendo!

Inteligência Artificial

Com o uso dessa ferramenta, sistemas informatizados e robôs são equipados com o intuito de realizar atribuições parecidas com as desempenhadas pelos seres humanos. Um exemplo dessa prática são os chatbots. Trata-se de robôs virtuais que conversam com os internautas com a intenção de esclarecer as dúvidas mais frequentes e fornecer as devidas orientações em relação ao uso de determinados produtos ou serviços.

O Machine Learning, sobre o qual falaremos com mais detalhes ainda neste post, é um dos braços da Inteligência Artificial. A partir da utilização de algoritmos, um software é capaz de aprender a realizar as tarefas da maneira mais otimizada possível e sem ser programado para isso.

Internet das Coisas

Conhecida também como Internet of Things, a Internet das Coisas (IoT) é uma ferramenta que tem transformado áreas de diversos segmentos organizacionais. Entre elas, a saúde, as vendas, a logística, o marketing e o meio ambiente. Essa tecnologia disruptiva mistura conectividade com a inteligência e a infraestrutura física. Com isso, diversos elementos (carros, televisores, roupas, geladeiras, entre outros) passam a estar conectados à internet.

Machine Learning

Traduzindo para o português, esse termo significa aprendizado de máquina. Ele faz referência a uma metodologia de análise de dados que é responsável por automatizar a construção de modelos de analíticos. Trata-se de uma parte da inteligência artificial calcada na ideia de que os sistemas são capazes de aprender com dados, identificar padrões e, com isso, tomar decisões com o mínimo de intervenção do ser humano.

Blockchain

Inicialmente, essa ferramenta foi inventada com a intenção de servir de base para a criação do Bitcoin e outras moedas digitais. Somado a isso, esse recurso tecnológico tem sido aplicado em diversos tipos de transações, as quais são registradas em vários computadores.

Voltando a falar do Bitcoin, a tecnologia Blockchain é responsável por fazer o envio e o recebimento de valores. Isso contribui para assegurar a agilidade e a segurança das relações de trocas em todo o mundo.

Dessa maneira, podemos considerar o Blockchain como uma estrutura de dados que faz o registro de diversas transações. Cada uma delas recebe uma assinatura digital com o intuito de assegurar a autenticidade e a integridade de um documento.

Agora você pode estar se perguntando: qual é o objetivo da autenticidade e da integridade? A finalidade da autenticidade é a de garantir a autoria da pessoa que produziu uma determinada mensagem. A integridade, por sua vez, visa assegurar que um documento não passou por adulterações.

Qual é a importância de ficar por dentro das novidades desse segmento?

O setor tecnológico apresenta diversas mudanças e elas acontecem em uma velocidade cada vez mais intensa. Sendo assim, é fundamental ficar por dentro das novidades, pois essa prática garante que você saiba quais são as principais tendências desse segmento tão estratégico para as empresas. Desse modo, poderá avaliar quais ferramentas podem ser aplicadas ao seu negócio para que ele se mantenha competitivo e sustentável no longo prazo.

Como vimos, existem diferentes tecnologias disruptivas e cada uma apresenta características distintas. Por esse motivo, é muito importante entender os objetivos dessas ferramentas para saber qual delas é ideal para a sua empresa e como podem ser utilizadas a seu favor. Considerando os benefícios desses recursos, vale muito a pena implementá-los no seu negócio.

Você quer saber outros detalhes de como funcionam e qual a importância das tecnologias disruptivas? Se sim, entre em contato com a Tegra. Estamos à disposição para ajudar!